Pages Navigation Menu

Apresentação

O TANQUE DE PROVAS NUMÉRICO

 

 

Para inovar e revolucionar as pesquisas e testes de unidades flutuantes foi implementado o projeto do Tanque de Provas Numérico (TPN) considerado um empreendimento cientifico inédito no cenário internacional. O TPN, é um laboratório que congrega as maiores vantagens experimentais integrado com processos computacionais de alto desempenho visando os melhores projetos de sistemas oceânicos e outros sistemas flutuantes offshore, portuários e fluviais. Para isso foi desenvolvido um simulador numérico capaz de representar matematicamente condições idênticas às geradas em um tanque físico, sem restrições dimensionais.

Surge assim, o sistema de simulação Dynasim/TPN que iniciou o desenvolvimento junto a Petrobras com outros parceiros acadêmicos brasileiros de grande renome. É um simulador integrado que tem possibilidade de simular sistemas oceânicos flutuantes que trabalham para exploração e produção de petróleo e gás.

Desenvolvido para fazer parte do Sistema Galileu da Petrobras, o sistema Dynasim/TPN vem auxiliando no desenvolvimento tecnológico e científico brasileiro.

Para fazer parte da Rede Galileu e atender às novas demandas de produtividade e qualidade de pesquisa e desenvolvimento, o TPN desenvolveu um projeto de uma instalação física, para suportar os recursos que o laboratório oferece para a rede.

O TPN é o resultado de uma parceria de sucesso entre a Universidade de São Paulo e a Petrobras. As instalações físicas do laboratório foram inauguradas em Fevereiro de 2002 na Escola Politécnica da USP e realizaram diversas analises de projetos que propiciaram grandes avanços na exploração e produção de petróleo no Brasil.

USP_BR

Desde então, o laboratório tem se empenhado no projeto e análise de sistemas flutuantes usando um simulador próprio poderoso, com processamento paralelo desenvolvido por sua equipe de pesquisa.

Único no mundo, o Simulador Dinâmico do TPN é reconhecido por sua modelagem completa do comportamento hidrodinâmico e estrutural do sistema oceânico, como resposta de unidades flutuantes e tensões em linhas de ancoragem, risers e demais sistemas de produção offshore.

O software do TPN é um simulador de domínio do tempo que considera a interação hidrodinâmica de múltiplos corpos juntamente com linhas, risers e sistema DP (Sistema de Posicionamento Dinâmico) em condições ambientais (ondas, marés, ventos, correntes, etc).

VISUAL 3D

O TPN é uma equipe multidisciplinar e multiinstitucional constituído por membros de universidades, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e colaboradores agrupados em uma equipe técnica de alta qualidade capaz de realizar os desafios mais exigentes das indústrias de petróleo e offshore. Entre os departamentos envolvidos nos projetos do TPN-USP está o Departamento de Engenharia Naval e Oceânica, o Departamento de Engenharia Mecatrônica, o Departamento de Engenharia Civil, o Centro de Engenharia Elétrica e o Departamento de Engenharia Mecânica.

logos deptos

meio

 

 

 

EM 2009, O TPN MUDOU PARA NOVAS INSTALAÇÕES

Um prédio com 1800 m2 onde trabalharão diariamente mais de 70 pesquisadores. O prédio novo conta com um auditório para 40 pessoas equipado com tecnologia de projeção em três dimensões.

As novas instalações do TPN contam também com um calibrador hidrodinâmico de 900 mil litros cuja principal função será de validar os resultados obtidos por simulações numéricas e que conta também com geradores/absorvedores ativos de ondas.

A construção das novas instalações do TPN só foi possível graças ao convênio com a Petrobras por meio da criação das redes temáticas Galileu e Arquimedes, das quais o TPN faz parte. Essas redes têm como principal objetivo atender as futuras demandas computacionais geradas pela produção de petróleo em águas ultra profundas na camada Pré Sal.

 

IMG_43301

ESTRUTURA VISUAL

terreo0048

 

 

O TPN localiza-se na Escola Politécnica da USP .